Esmola [#19]

  • 27 de junho de 2014
  • Categoria: Sem categoria

- Pai, por que você fica dando dinheiro pra esse pessoal na rua?
- Eles passam fome, filho. Uma moeda ou duas não vão fazer falta pra gente.
- A mãe diz que é dinheiro pra pinga isso. Que ela não dá.
- A gente dá de bom coração. Se eles fazem outra coisa com o dinheiro não é culpa nossa.
- Mas pai, se você continuar dando eles vão continuar pedindo. A mãe diz que é por isso que eles não trabalham. Que enquanto tiver gente dando moeda eles não vão parar de pedir.
- Não é todo mundo que pode trabalhar. Tem velho doente, deficiente, criança abandonada. O mundo não é perfeito, a gente teve sorte na vida. Eles não.
- Eu gosto quando ficam jogando as bolinhas pra cima. Ou aquelas facas. Se cair em cima deles eles se cortam, né? Não é perigoso, pai?
- As facas não têm corte, não machucam não.
- Quando eu crescer só vou dar dinheiro se fizerem esses negócios no sinaleiro. Só que normalmente eles erram, cai tudo no chão.
- Mas eles tentam. É isso que conta.
- Daí vou ensinar o meu filho a dar dinheiro também, que essas pessoas tão passando fome, precisam de ajuda.
- Eu espero que nesse dia já não tenha ninguém pedindo dinheiro na rua, filho. Num mundo perfeito ninguém precisaria pedir esmola.
- Mas pai, o que a gente ia fazer quando parasse no sinaleiro? Esse mundo perfeito ia ser chato demais.