A vida no Colégio Candeias é um inferno

Cara Diretora,

Eu, bem como meus colegas, estamos francamente horrorizados com a conduta da professora Ester, da disciplina de Feitiços. Já fizemos reclamações informais antes, mas resolvemos formalizar aqui nesta carta as nossas insatisfações e informar a senhora de alguns desdobramentos que julgamos interessantes e que precisam da sua ciência e aval.

Não bastassem os cutucões ao R...

 

As muitas vidas do açougue do caolho

Se você passa na Rua Tolentino de Almeida à tarde, num dia ensolarado e com pouco movimento no açougue, você vê através do vidro da fachada o Ronaldo, um homem de cabelos curtos e uma barriga nos estágios iniciais do avantajamento sentado em seu banco, atrás do refrigerador de embutidos, olhando fixo pro outro lado da loja. Pelo ângulo talvez não seja possível identificar o que ele olha...

 

Registro #03 | Matozinhos – MG | Piara Co.

“Aqui, Carina. A trilha acaba aqui.”

Joberval agachado diante da árvore. Aos pés dela, na terra, uma ferida preta, uma mancha queimada, a grama erradicada no centro, ao redor tudo machucado, preto, comido. Os homens param no entorno, se movendo num programado perímetro. Agacho ao lado de Joberval.

“É, parece que morreu aqui o bicho”, ele diz.

“Não morreu. Olha a árvore.”...

 

« Carregar mais posts