FLASH FICTION

DESTAQUES

 

FLASH FICTION

DROPS RECENTES

Dança espiralada das folhas em profusão

Grama boa de pisar, ela intui, sentindo o gelado da terra sob as solas, as lâminas fofas passeando entre os dedos. Os cachos na nuca balançam, e os dedos se abrem e fecham no ar, querendo capturar o vento. Uma borboleta, um revoluto em ziguezague diante dos olhos e então sobre o ombro e pra trás, e os olhos seguem.

Aqui, filha, aqui.

A voz a traz de volta num rodopio. O desequilíbrio, a...

O gatilho improvável de Tetsumi

Ela entrou no quarto, fechou o shoji atrás de si, caminhou até a vela e cobriu a chama. Sentou e aguardou, a fumaça espiralando.

Hideyoshi entrou minutos mais tarde, abrindo o shoji com violência. Ela sentiu o cheiro forte de saquê. Concluiu que só teria o que queria depois, respirou fundo e desatou o obi. As mãos de Hideyoshi entraram rápidas e desajeitadas sob as camadas do kimono, e ...

A formidável moldura do indizível

Um sonho tem me atormentado nos últimos tempos. Sinto uma repulsa inexplicável pelo conceito e não consigo parar de confrontá-lo no subconsciente. Começa com a imagem de um homem sentado diante do computador em um escritório escuro, escrevendo e escrevendo. Ele acorda, come, senta e começa. Vira e mexe lê um livro. Assiste algo na mesma tela quando para pra almoçar, normalmente coisa ráp...

FLASH FICTION

SOBRE

Ficção em drops | fareloescrita | nanoprosa
De conversas de boteco a universos paralelos, de casos indecifráveis à análise do sorriso de um dragão banguela, cada drop do FLASH FICTION é uma viagem ficcional única e radioativa, digerível em um minuto ou dois, sem contraindicação.
Novas publicações toda semana.

SANTIAGO SANTOS é escritor, tradutor, copidesque, jornalista e tereréficionado. Mora em Cuiabá desde moleque, desenvolvendo constantes táticas pra fugir do sol e do mormaço. Publica drops no flashfiction.com.br desde 2013 e lançou seu primeiro livro em 2016, Na Eternidade Sempre é Domingo [Carlini & Caniato], uma aventura pé na estrada que entrecruza a história e a mitologia dos incas. Em 2018 foi a vez da primeira coletânea dos drops, Algazarra [Patuá]. Já publicou ficção em antologias, blogs e revistas.
[Foto: Fred Gustavos] [Créditos do site]