Johnny e a espingarda serrada (1) [#176]

  • 1 de julho de 2014
  • Categoria: Faroeste
Johnny entrou na oficina do ferrador, o conteúdo do saco tilintando. Ergueu-o e deixou cair na bancada a espingarda de cano duplo serrada pela metade, e também as duas pontas serradas dos canos.

Dia, disse por sobre a barba grossa embolotada embaixo da boca feito um ninho. Dia, disse o ferrador. Parece que o trabalho aí já tá feito. Precisa que eu lixe as pontas? Não, preciso que junte ...

 

Johnny voltou [#171]

  • 1 de julho de 2014
  • Categoria: Faroeste
Por trás da testa vincada, dos rasgos enegrecidos na bochecha, do pedaço de orelha, dos tufos de cabelo, se escondia um moleque de 19 anos.

- Que tu tá fazendo aqui, guri?

- Eu disse que ia voltar.

- Disse nada.

- Eu disse. E voltei.

Johnny já não era mais moleque, claro, não depois de amarrar um homem pelo calcanhar num galho e talhar um risco na garganta por onde pingou a no...

 

Posts mais recentes »